Zenith Forex carreira Jack Daniels Melhor Forex Estratégia Forex trading para ganhar dinheiro Sistema de trade de liberalização Análise do Mercado Forex PDF Forex Mundo Cargo Filipinas Truques de negociação de opções bacanas Swing Forex Estratégia Como as Forex Centrum Forex Taxa de câmbio Dia Trading Forex Live YouTube forex utah. O leilão de swap forex é Opções binárias Rich Forex Trading. NBAD Forex Trading. Ponto Pivot Opções binárias Trading Strategy Videos Estratégia de negociação de jacaré Você tem sistema de Forexchange grupo forex Opções binárias S & P 500 Bangladesh Negociação multi estratégia Indicador de Alerta de Bollinger Bands MT4 Terminologia Forex para iniciantes PDF Forex Broker Killer 1 minuto Estratégia Barclays Zâmbia Forex. Data de Banco Estadual da Índia Forex Ramos Pune man Aprenda Forex Negociar software de sistema de negociação automática state dating laws in Sint Genesius Rode Belgium speed dating central Natal Brazil ヒマラヤ外国為替プライベートリミテッドリミテッド toerana hookup Antsirabe Madagaskar
Terça, 04 Outubro 2011 00:00

Mobilização do efetivo na Repar ganha destaque no Rio Grande do Sul


Os trabalhadores da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) e a Diretoria do Sindipetro PR/SC, após um grande trabalho para avaliar a real necessidade de efetivo da Refinaria do Paraná, confirmaram a falta expressiva de pessoas para garantir a segurança das plantas industriais e, principalmente, dos próprios trabalhadores. 

Agora, seguindo decisão de assembleia, realizada no dia 29 de setembro, mobilizam-se para garantir a admissão de mais trabalhadores, intensificando as manifestações, iniciadas no último dia 13, com a Operação Segura, cuja operacionalidade consiste no respeito rígido aos procedimentos de segurança.

O movimento evoluiu com a deflagração da Operação Permissão de Trabalho (PT) Única na segunda-feira (26), uma espécie de operação tartaruga, na qual os petroleiros liberam apenas uma PT por vez, de acordo com a urgência do serviço. Na assembleia, a categoria decidiu pela estratégia de greve surpresa. Paralisações acontecerão a qualquer momento, em dia e horário a serem definidos pela Direção do Sindipetro Paraná e Santa Catarina.  O movimento também pode se tornar uma greve por tempo indeterminado. 

 

EFETIVO TAMBÉM É PROBLEMA ANTIGO NA REFAP! 

Iniciamos na última quarta-feira, 28 de setembro, a discussão sobre as condições no ambiente de trabalho, estrutura e efetivo para partida e operação da nova Unidade de Hidrodessulfurização da Nafta Craqueada – UHDS. 

Com a participação da grande maioria dos operadores que acompanham o processo de construção e montagem, verificamos a maneira IRRESPONSÁVEL como as Gerências do Craqueamento e da Refap vêm tratando o processo de partida da nova unidade. 

Pudemos identificar, em uma primeira observação, os seguintes problemas:

- baixo efetivo;

- pessoal com pouca experiência, tendo dificuldade em identificar as reais condições de segurança, bem como, por vezes, em impedir a realização de tarefas em condições inseguras;

- falta de vestiários ou vestiários em condições insalubres e inseguras;

- falta de local adequado para o pessoal de operação estudar manuais de operação e procedimentos;

- sistemático deslocamento de operadores que estão na UHDS para ajudar em paradas e partidas das U-03, U-300, UGH e URE; em virtude de falta de pessoal no Craqueamento e das sucessivas paradas.

Estas são apenas algumas das situações relatadas e que expõe as dificuldades dos trabalhadores, que deveriam já estar aptos a trabalhar na partida da nova Unidade, visto que esta encontra-se em processo de verificação de malhas, lavagem de linhas e comicionamento final para entrega à operação, considerando a intenção da Diretoria da Refap em partir a unidade até 20 de fevereiro próximo.

Lembramos que esta foi apenas uma conversa inicial com os operadores e que faremos, na próxima semana, o chamamento dos setores de manutenção, que serão fortemente demandados neste processo e, que certamente, JÁ ESTÃO EXTREMAMENTE SUB-DIMENSIONADOS para o atual “tamanho” da Refap.   

Agendamos uma reunião com a Gerente Corporativa, a fim de iniciarmos a discussão sobre o acompanhamento, pela Diretoria do Sindicato, do processo de partida da nova Unidade para esta terça-feira, 4 de outubro, às 14h.  

Manifestamos, novamente, nosso total apoio aos Companheiros da Repar e, desde já, ressaltamos que na partida das novas Unidades da Refap, caso não haja debate com os trabalhadores e Sindicato sobre as condições de trabalho e efetivo, os trabalhadores demonstrarão sua força e capacidade em organizar-se para impedir a partida em condições inseguras.

Imprensa Sindipetro RS

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro