Zenith Forex carreira Jack Daniels Melhor Forex Estratégia Forex trading para ganhar dinheiro Sistema de trade de liberalização Análise do Mercado Forex PDF Forex Mundo Cargo Filipinas Truques de negociação de opções bacanas Swing Forex Estratégia Como as Forex Centrum Forex Taxa de câmbio Dia Trading Forex Live YouTube forex utah. O leilão de swap forex é Opções binárias Rich Forex Trading. NBAD Forex Trading. Ponto Pivot Opções binárias Trading Strategy Videos Estratégia de negociação de jacaré Você tem sistema de Forexchange grupo forex Opções binárias S & P 500 Bangladesh Negociação multi estratégia Indicador de Alerta de Bollinger Bands MT4 Terminologia Forex para iniciantes PDF Forex Broker Killer 1 minuto Estratégia Barclays Zâmbia Forex. Data de Banco Estadual da Índia Forex Ramos Pune man Aprenda Forex Negociar software de sistema de negociação automática state dating laws in Sint Genesius Rode Belgium speed dating central Natal Brazil ヒマラヤ外国為替プライベートリミテッドリミテッド toerana hookup Antsirabe Madagaskar
Quinta, 13 Outubro 2011 00:00

FUP desmente acordo propagado pelos gerentes da Repar

Hoje a chuva não deu trégua e o movimento em defesa da vida, pelo aumento do efetivo, na Repar, ficou aquém das expectativas. Não bastasse o aguaceiro constante, o friozinho típico da região resolveu voltar a dar as caras. Entretanto, a campanha persiste com a Operação PT Única e, a qualquer momento, a greve surpresa.  

O ato teria a participação do coordenador geral da FUP, João Antônio Moraes, e do presidente da CUT-PR, Roni Barbosa, além de boa parte da direção sindical. A mobilização foi suspensa, mas todos os companheiros citados compareceram à portaria da Refinaria (PV-1) para conversar com os petroleiros e motivar a luta pela recomposição do efetivo.  

Ao saber dos boatos que os gerentes da Repar espalham pela área, de que haveria um suposto acordo acerca do efetivo e que as negociações só seriam retomadas após o fechamento do ACT 2011/2013, Moraes foi enfático: “Eu desafio qualquer gerente a comprovar com quem e em qual reunião isso foi tratado. Não existe acordo que suspende as negociações do efetivo”. Confira abaixo a entrevista com Moraes e saiba mais sobre a campanha reivindicatória e a luta pelo aumento do efetivo.  

 

Entrevista com João Antônio Moraes, coordenador geral da FUP 

Imprensa Sindipetro - Já é possível fazer um balanço parcial desta Campanha Reivindicatória? 

Moraes - Como estamos em negociação, fica difícil fazer uma avaliação. A Petrobrás ainda não respondeu à nossa pauta de reivindicações, protocolada no dia 1º de setembro. Já aconteceram três reuniões com a Companhia, sendo que na primeira só tratamos das pendências do ACT passado. Nas outras duas o assunto foi a pauta desta campanha, mas não houve resposta. Acontecerão ainda mais duas reuniões e uma delas é hoje (13/10).  

O que podemos afirmar sobre o processo até agora é que um importante avanço foi a reposição da inflação antes da conclusão das negociações. Se antes a empresa usava o índice inflacionário como argumento para limitar o ganho real, agora viramos o jogo e vamos lutar pelo aumento real e significativo de salários. 

Imprensa Sindipetro - Qual a expectativa para a mobilização nacional do próximo dia 19?  

Moraes - Esperamos que seja um movimento bastante forte, que demonstre a união dos petroleiros. O prazo que o Conselho Deliberativo da FUP deu para a Petrobrás responder a pauta termina no dia 17 de outubro. No dia 21 haverá nova reunião do Conselho para avaliar uma possível proposta da empresa e, se for o caso, discutir indicativos de mobilizações mais intensas.   

Imprensa Sindipetro - Gerentes espalham na área que há um acordo entre a Petrobrás e a FUP sobre o efetivo da Repar e que as negociações só seriam retomadas após o fechamento do ACT 2011/2013. Isso é verdade? 

Moraes - De forma alguma! Eu, João Antônio Moraes, presente aqui na portaria da Repar nesta manhã de quinta-feira, dia 13 de outubro de 2011, desafio qualquer gerente a comprovar com quem e em qual reunião isso foi tratado. Não existe acordo que suspenda as negociações do efetivo. O Acordo Coletivo de Trabalho está em negociação e foi a própria Petrobrás que pediu a prorrogação do ACT 2009/2011 até outubro. Nele existe uma cláusula que coloca o efetivo como pauta de discussão local.


Cláusula 82ª – Efetivo de Pessoal – Fórum para Discussão

A Companhia se compromete, em comum acordo com a FUP e Sindicatos, a manter um fórum corporativo para discutir questões envolvendo o efetivo de pessoal.

Parágrafo único – No âmbito do fórum descrito no caput, a Companhia compromete-se a analisar os parâmetros aplicados nos estudos em andamento ou concluídos, visando à definição daqueles mais adequados para aplicação em suas Unidades.   

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro