Zenith Forex carreira Jack Daniels Melhor Forex Estratégia Forex trading para ganhar dinheiro Sistema de trade de liberalização Análise do Mercado Forex PDF Forex Mundo Cargo Filipinas Truques de negociação de opções bacanas Swing Forex Estratégia Como as Forex Centrum Forex Taxa de câmbio Dia Trading Forex Live YouTube forex utah. O leilão de swap forex é Opções binárias Rich Forex Trading. NBAD Forex Trading. Ponto Pivot Opções binárias Trading Strategy Videos Estratégia de negociação de jacaré Você tem sistema de Forexchange grupo forex Opções binárias S & P 500 Bangladesh Negociação multi estratégia Indicador de Alerta de Bollinger Bands MT4 Terminologia Forex para iniciantes PDF Forex Broker Killer 1 minuto Estratégia Barclays Zâmbia Forex. Data de Banco Estadual da Índia Forex Ramos Pune man Aprenda Forex Negociar software de sistema de negociação automática state dating laws in Sint Genesius Rode Belgium speed dating central Natal Brazil ヒマラヤ外国為替プライベートリミテッドリミテッド toerana hookup Antsirabe Madagaskar
Terça, 05 Junho 2018 16:40

Em pronunciamento na Alep, presidente do Sindipetro denunciou o modelo abusivo de preços dos combustíveis

Mário também falou aos deputados sobre os prejuízos das privatizações à sociedade. Assista aos vídeos!

 

 

O presidente do Sindipetro Paraná e Santa Catariana, Mário Dal Zot, ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) durante a sessão do grande expediente desta segunda-feira (04).  

 

Ele relatou aos deputados sobre o modelo abusivo dos preços dos combustíveis e gás de cozinha implantado pela Petrobrás. “A política adotada pela Petrobrás prioriza as importações e atrela os valores cobrados na refinaria aos preços do dólar e do mercado internacional dos combustíveis. A partir do momento em que ela (Petrobrás) deliberadamente abre a importação, reduzindo cargas de todas suas refinarias em cerca de 30%, o reflexo é sentido imediatamente nas bombas de combustível”.

 

As ações de governo na área do petróleo também foram alvos de críticas. “A primeira medida do novo governo, em 2016, foi retirar o regime de partilha e abrir o regime de concessão, no qual no último leilão foram entregues reservas do Pré-Sal ao preço de uma lata de refrigerante o barril. Já tem outro leilão marcado para agora, quinta-feira, dia 07. Isso atrela todo o mercado, porque abriram para as concorrentes da Petrobrás”, argumentou.

 

Mário explicou aos parlamentares que o regime de partilha significa muito mais do que os royalties, pois “previa um fundo soberano, tal qual as grandes nações soberanas e produtoras de petróleo têm, que se destina em prol de toda a população e um dos destinos, além da saúde e educação, seria para financiar a previdência pública, por exemplo”.

 

O presidente do Sindicato ainda desmistificou o suposto monopólio da Petrobrás. “Percebi alguns deputados comentando que tem que acabar com o monopólio da Petrobrás. Ele já está quebrado há 21 anos, desde 1997. Desde então, nenhuma outra empresa investiu no Brasil para refinar petróleo”, rebateu.

 

Petróleo para o povo!

Mário foi enfático ao dizer que o país tem a capacidade para refinar todo o petróleo brasileiro e atender ao mercado interno. “O custo da nossa produção é em Real, por que tem que ser vendido em dólar, para nós pagarmos mais caro? A população tem que ser beneficiada pelo petróleo que a natureza nos concedeu. A riqueza do petróleo tem que ser revertida para a população brasileira. Isso tem que ser revertido nos postos”, cravou.

 

Para ele, a política de preços dos combustíveis massacra o povo. “Não pode o Brasil produzir o barril de petróleo a US$ 7 e vender o diesel, a gasolina e o gás de cozinha no preço internacional, cerca de US$ 70, com projeções de chegar a US$ 100 até o final do ano. Basta apenas o Trump soltar uma bomba no Irã ou na Síria e isso vai se refletir diretamente nas bombas de combustíveis. Não podemos estar atrelados a esse mercado internacional”, defendeu.

 

Importações e sucateamento da indústria nacional

Ainda de acordo com o presidente do Sindicato, o aumento das importações de derivados de petróleo se deu porque a Petrobrás reduziu a capacidade de produção das refinarias e abriu o mercado para as importações. “Só para se ter uma ideia do que isso significa, os EUA, a partir da metade do ano passado, se transformou no maior exportador de diesel para o Brasil. E na gasolina também está entre os maiores. Isso aconteceu de uma hora para outra, por causa de uma ação deliberada da atual gestão, que não mudou nada com a queda de Pedro Parente. Já ocorreram dois aumentos de gasolina pós-greve de caminhoneiros e continua essa política atrelada, inclusive com previsão de novo aumento do gás de cozinha já para a próxima sexta-feira, dia 08, em mais de 8%”, protestou.

 

Privatização

Mário também chamou a atenção dos deputados para as privatizações da Petrobrás na área de refino, o que ele categoricamente chamou de “entrega do patrimônio nacional aos estrangeiros”. “É importante salientar que a venda dessas quatro refinarias representa cerca de 25% da produção de combustíveis no Brasil. Todas essas quatro unidades estão colocadas à venda por cerca de US$ 10 bilhões, aproximadamente US$ 2,5 bilhões cada uma delas. Só a ampliação da Repar custou US$ 5,5 bilhões. Junto com a refinaria, serão entregues os terminais marítimos, terrestres e oleodutos. Um grande absurdo”, finalizou.

 

Acesse aqui outras fotos do pronunciamento na Alep.

Última modificação em Terça, 05 Junho 2018 17:09

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro