Imprimir esta página
Segunda, 06 Julho 2020 21:40

Campanha Solidariedade Petroleira arrecadou quase 19 mil reais até o momento

A Associação Beneficente e Cultural dos Petroleiros do Paraná e Santa Catarina (ABCP) divulga Prestação de Contas à categoria. Até o momento a soma parcial é de R$ 18.695,00

 

A ABCP informa que a campanha de Solidariedade Petroleira prepara novas ações em Curitiba e São Mateus do Sul e divulga a Prestação de Contas (*confira no ANEXO*) periódica. A soma de doações até o momento é de R$ 18.695,00. Número repassado à sociedade em forma de cestas básicas, gás de cozinha e kits de higiene. Itens essenciais e que fazem diferença na vida das famílias que mais precisam.

 

Doações

 

Em Curitiba petroleiras e petroleiros já entregaram os itens essenciais na Portelinha (Santa Quitéria); na comunidade 23 de agosto (do Osternak); no Sabará, (Cidade Industrial); e da Vila Santos Andrade (Campo Comprido).

 

Também na Associação de Moradores do Jardim Alvorada, no entorno da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária; e para os carrinheiros de São Mateus do Sul, nos arredores da Usina do Xisto (SIX).

 

=> Solidariedade Petroleira: multiplique essa ideia

 

Outra ação fez parte da Campanha do Agasalho. Trata-se da entrega de roupas de frio na Vila Esperança, em Paranaguá.

 

=> Campanha do Agasalho dos Petroleiros: Doe empatia e ajude o próximo

 

Os organizadores da campanha destacam ainda que a entrega de 520 botijões de gás e 15 toneladas de alimentos, ao lado do MST, na periferia de Curitiba, foi um marco para a classe trabalhadora. Pois, em tempos de pandemia, a união do campo e da cidade, numa importante ação social, com grande repercussão na mídia, reforçou que solidariedade de classe ajuda na garantia de alimento e gás de cozinha às famílias em vulnerabilidade social.

 

Arrecadação

 

A ABCP comunica também que a campanha Solidariedade Petroleira retoma ações nas comunidades no fim de julho em Curitiba e na primeira quinzena de agosto em São Mateus do Sul. Espera-se que a categoria colabore ainda mais, já que os responsáveis pelas atividades vêm mapeando outros locais desassistidos para fazer tanto o desafio do gás de cozinha como entregas de cestas básicas e kits de higiene.

 

 

Por Regis Luís Cardoso. 

 

Última modificação em Segunda, 06 Julho 2020 21:58