Segunda, 10 Agosto 2020 16:34

Gestão da Petrobrás quer expor trabalhadores da Repar em exames externos

O Brasil passa de 100 mil óbitos devido ao novo coronavírus e os gestores da maior empresa nacional continuam sem respeitar a categoria petroleira diante de uma pandemia global

 

A maior crise de saúde pública mundial dessa geração continua numa crescente. No Paraná, mais especificamente na Grande Curitiba, o pico do contágio da Covid-19 acontece nesse momento. Mas parece que mesmo com UTI´s lotadas nos hospitais da região, sejam públicas ou privadas, os atuais gestores da Repar estão intimando, de forma unilateral e sem diálogo com o Sindipetro PR e SC, os trabalhadores para fazer exames em horário de folga e em laboratório externo.

 

O Sindipetro deixa claro que essa atitude da atual administração da Repar é um desserviço, promove a exposição dos petroleiros e de suas famílias. A entidade defende as testagens para a categoria, mas esses exames precisam ser feitos em horário de trabalho, a coleta deve ser realizada pela empresa na refinaria e com calendário adequado.

 

Os petroleiros discordam veementemente da determinação da empresa, pois entendem que expor os trabalhadores aos ambientes de alto potencial de contaminação é um erro. Essa ação da atual gestão da Repar demonstra desprezo pela saúde da petroleira e do petroleiro; estes que são mães, pais, têm famílias e precisam, em primeiro lugar, se preservar e cuidar das vidas dos seus dependentes.  

 

Enquanto os trabalhadores são submetidos as mais diversas pressões no trabalho, com redução do número de efetivos e aumento da carga horária de trabalho, as atividades continuam. Trabalhar num setor essencial para a sociedade, com produção mantida e atendendo os brasileiros, merece mais respeito por parte da gestão da Repar, que desconsidera tudo isso e expõe a categoria.

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro