Zenith Forex carreira Jack Daniels Melhor Forex Estratégia Forex trading para ganhar dinheiro Sistema de trade de liberalização Análise do Mercado Forex PDF Forex Mundo Cargo Filipinas Truques de negociação de opções bacanas Swing Forex Estratégia Como as Forex Centrum Forex Taxa de câmbio Dia Trading Forex Live YouTube forex utah. O leilão de swap forex é Opções binárias Rich Forex Trading. NBAD Forex Trading. Ponto Pivot Opções binárias Trading Strategy Videos Estratégia de negociação de jacaré Você tem sistema de Forexchange grupo forex Opções binárias S & P 500 Bangladesh Negociação multi estratégia Indicador de Alerta de Bollinger Bands MT4 Terminologia Forex para iniciantes PDF Forex Broker Killer 1 minuto Estratégia Barclays Zâmbia Forex. Data de Banco Estadual da Índia Forex Ramos Pune man Aprenda Forex Negociar software de sistema de negociação automática state dating laws in Sint Genesius Rode Belgium speed dating central Natal Brazil ヒマラヤ外国為替プライベートリミテッドリミテッド toerana hookup Antsirabe Madagaskar
Sexta, 12 Fevereiro 2021 19:24

Covid-19: FUP condena mudança de protocolo de testagem na Petrobrás

Na última reunião com o grupo de Estrutura Organizacional de Resposta da Petrobrás (EOR), realizada no início de fevereiro, a FUP tornou a questionar a substituição do teste RT-PCR pelos testes sorológico e de antígeno

 

 

Em meio ao avanço da pandemia da Covid-19, principalmente após a identificação de novas cepas do coronavírus com potenciais ainda maiores de contaminação, a gestão da Petrobrás continua negligenciando a realização de testagem em massa dos trabalhadores dentro dos padrões exigidos pelas organizações de saúde.

 

De acordo com a FUP, a Petrobrás dividiu o território nacional em sete áreas para contratação de testagens, porém apenas uma empresa assumiu os contratos. “Mas não teve condições de atender às demandas e os contratos foram suspensos. Por conta disso, ela rebaixou o padrão de testagem dos trabalhadores, passando a aplicar testes sorológicos e de antígeno, no lugar do RT-PCR, que é o teste padrão ouro”, explica Raimundo Teles, diretor da Federação.

 

Desde o ano passado, os sindicatos cobram que os trabalhadores que estão embarcando e atuando em áreas operacionais terrestres sejam testados com maior frequência. A Petrobrás, no entanto, insiste em manter um intervalo de 90 dias para fazer a retestagem.

 

A FUP defende intensificação das análises, ressaltando que essa é a única forma possível de garantir o controle da pandemia no Sistema Petrobrás, enquanto o Brasil não tiver um plano nacional de vacinação em massa para toda a população (leia mais aqui).

 

 

Via FUP (com edição: Sindipetro PR e SC).  

 

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro