Segunda, 03 Maio 2021 21:27

Nota de indignação: Justiça por Lindolfo

Jovem brutalmente assassinado no final de semana era professor, militante LGBTQIA+ e integrante do MST.

 

 

Com profundo pesar e tristeza, o Sindipetro PR e SC comunica o assassinato do companheiro Lindolfo Kosmaski. O jovem de 25 anos trabalhava como professor da rede estadual do Paraná e se destacava por ser uma liderança em São João do Triunfo (PR). O militante fazia parte dos sindicatos dos trabalhadores rurais e dos professores, além de ativista da causa LGBTQIA+ e do MST.

 

Querido em sua comunidade, o Kosmaski lutou por uma educação pública de qualidade, no combate à homofobia, pela função social da terra e contra o latifúndio.

 

O corpo do jovem foi encontrado carbonizado na noite do último sábado (1). Indícios apontam que se trata de um crime de ódio motivado por sua orientação sexual.

 

Lindolfo deixa uma trajetória inspiradora de luta e coragem. Sua partida ocorre no mês em que se reafirma o combate à violência e ao preconceito, representado pelo Dia Internacional de luta contra a LGBTfobia, 17 de maio.

 

O Sindipetro PR e SC se solidariza com familiares e amigos, exige dos órgãos competentes a elucidação desse crime hediondo para que os culpados sejam julgados e condenados.

 

Sua luta jamais será esquecida! LINDOLFO PRESENTE!

 

Última modificação em Segunda, 03 Maio 2021 22:07

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro