Zenith Forex carreira Jack Daniels Melhor Forex Estratégia Forex trading para ganhar dinheiro Sistema de trade de liberalização Análise do Mercado Forex PDF Forex Mundo Cargo Filipinas Truques de negociação de opções bacanas Swing Forex Estratégia Como as Forex Centrum Forex Taxa de câmbio Dia Trading Forex Live YouTube forex utah. O leilão de swap forex é Opções binárias Rich Forex Trading. NBAD Forex Trading. Ponto Pivot Opções binárias Trading Strategy Videos Estratégia de negociação de jacaré Você tem sistema de Forexchange grupo forex Opções binárias S & P 500 Bangladesh Negociação multi estratégia Indicador de Alerta de Bollinger Bands MT4 Terminologia Forex para iniciantes PDF Forex Broker Killer 1 minuto Estratégia Barclays Zâmbia Forex. Data de Banco Estadual da Índia Forex Ramos Pune man Aprenda Forex Negociar software de sistema de negociação automática state dating laws in Sint Genesius Rode Belgium speed dating central Natal Brazil ヒマラヤ外国為替プライベートリミテッドリミテッド toerana hookup Antsirabe Madagaskar
Quarta, 06 Outubro 2021 19:53

Deputados de SC aprovam moção de repúdio à Petrobras após alta do preço do diesel

Moção foi aprovada por unanimidade na ALESC (Assembleia Legislativa de SC), parlamentares criticam a política de preço da Petrobras e defendem que estatal deve servir ao interesse do povo brasileiro.

 

Os deputados estaduais de Santa Catarina aprovaram uma moção de repúdio ao presidente da Petrobras, o general Joaquim Luna e Silva. A manifestação é contra o aumento de 8,89% no preço do diesel, anunciado na semana passada. O texto foi aprovado por unanimidade na sessão desta terça-feira (06) e debatido por vários parlamentares.

 

Alinhado à política econômica do governo Bolsonaro, Luna e Silva declarou que a chance da estatal segurar o preço dos combustíveis é “nenhuma”. O general reafirmou o PPI como a política de preços da Petrobras, que favorece os acionistas estrangeiros e reajusta em dólar o preço da gasolina, diesel, etanol e gás de cozinha no Brasil.

 

O autor da moção é o deputado Marcius Machado (PL) ele considerou o aumento de 8,89% no do diesel um golpe contra a nação e criticou a política do preço do barril do petróleo indexado ao dólar.

 

Valdir Cobalchini (MDB) lembrou que a Petrobrás é uma empresa pública “cujos resultados também têm que ser revertidos para quem é dono, que é o povo brasileiro”. O parlamentar considerou perversa a política de preços da empresa.

 

O deputado Fabiano da Luz (PT) criticou a política privatista do governo Bolsonaro e disse que ela influência diretamente na alta dos combustíveis. “Antes, refinávamos o combustível e a Petrobras regulava o lucro. Hoje, ela manda petróleo bruto, compra combustível em dólar e os acionistas não querem saber se está caro ou barato, eles querem os lucros.”

 

A deputada Ana Campagnolo (PSL) chegou a defender que Bolsonaro copie a política de preços para os combustíveis do governo Dilma. “O presidente Bolsonaro tem duas opções: ou ele copia a política do PT e deixa a população um pouco mais satisfeita, ou vai ter que lidar com as consequências.”

 

O Sindipetro PR e SC apoia a moção aprovada pelos parlamentares e defende a Petrobrás para os brasileiros, atendendo aos interesses da nação.

#FimDoPPI

 

[Com informações e imagem: Agência ALESC]

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro