Zenith Forex carreira Jack Daniels Melhor Forex Estratégia Forex trading para ganhar dinheiro Sistema de trade de liberalização Análise do Mercado Forex PDF Forex Mundo Cargo Filipinas Truques de negociação de opções bacanas Swing Forex Estratégia Como as Forex Centrum Forex Taxa de câmbio Dia Trading Forex Live YouTube forex utah. O leilão de swap forex é Opções binárias Rich Forex Trading. NBAD Forex Trading. Ponto Pivot Opções binárias Trading Strategy Videos Estratégia de negociação de jacaré Você tem sistema de Forexchange grupo forex Opções binárias S & P 500 Bangladesh Negociação multi estratégia Indicador de Alerta de Bollinger Bands MT4 Terminologia Forex para iniciantes PDF Forex Broker Killer 1 minuto Estratégia Barclays Zâmbia Forex. Data de Banco Estadual da Índia Forex Ramos Pune man Aprenda Forex Negociar software de sistema de negociação automática state dating laws in Sint Genesius Rode Belgium speed dating central Natal Brazil ヒマラヤ外国為替プライベートリミテッドリミテッド toerana hookup Antsirabe Madagaskar
Quarta, 01 Dezembro 2021 22:58

Sem respaldo dos trabalhadores, eleição da APS foi um fiasco

Os beneficiários da AMS não reconhecem uma associação criada em meio a denúncias de corrupção e à revelia dos trabalhadores, com o objetivo de privatizar o plano de saúde da categoria petroleira.

 

 

Com participação pífia dos empregados da Petrobras e votos que não representam sequer 1% dos beneficiários da AMS, a eleição viciada para os Conselhos Deliberativo e Fiscal da ilegítima Associação Petrobrás Saúde (APS) foi um fiasco. Os petroleiros da ativa e aposentados deram o recado: não reconhecem uma associação criada em meio a denúncias de corrupção e à revelia dos trabalhadores.

 

 

Como a FUP e seus sindicatos alertaram, a eleição foi um jogo de cartas marcadas, cujo objetivo era tentar legitimar uma associação que não tem qualquer respaldo dos beneficiários da AMS. 

 

 

Apenas uma chapa se inscreveu na eleição do Conselho Fiscal da APS e três chapas disputaram o Conselho Deliberativo. Todas vinculadas à gestão da Petrobras. Entre os gerentes eleitos, há, inclusive um que participava das mesas de negociação da AMS, defendendo e referendando os ataques da Petrobrás contra o benefício da categoria.

 

 

A eleição está sendo contestada na Justiça pelas principais representações dos trabalhadores do Sistema Petrobrás (FUP, FNP e SINDMAR), que ingressaram com Ação Civil Pública, cobrando a anulação do pleito. As entidades, que juntas representam um universo de aproximadamente 280 mil beneficiários da AMS, entre titulares e dependentes, questionam a legitimidade da eleição, que foi imposta sem transparência e de forma flagrantemente ilícita, contrariando o próprio estatuto da APS, que também é repleto de irregularidades. 

 

 

A Ação coloca sob suspeita o regulamento e a comissão eleitorais e denuncia, entre outros absurdos, a manipulação e alteração do calendário eleitoral.

 

 

A FUP e seus sindicatos continuarão lutando na Justiça contra a APS, criada ao arrepio da lei, à revelia dos trabalhadores, através de um processo suspeito que foi conduzido pelo ex-gerente executivo de Recursos Humanos da Petrobrás, Claudio Costa, demitido por ter feito uso de informações privilegiadas para se beneficiar financeiramente em uma operação milionária de venda de ações da companhia.

 

 

No programa Cidadania e Seguridade desta quinta-feira, 02, o diretor da FUP, Paulo César Martin, conversa com o advogado Celson Ricardo Carvalho de Oliveira, responsável pela ACP que contesta a eleição da APS. O programa começa às 10h e pode ser acompanhado pelos canais da FUP no Youtube e no Facebook.

 

 

 

Via FUP

 

Última modificação em Quarta, 01 Dezembro 2021 23:11

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro