Image not available
Image not available
Mostrando itens por tag: professores
Segunda, 02 Dezembro 2019 17:35

Governador ainda não recebe o Comando Estadual de greve. Mobilização segue durante a tarde e a noite, com programação em Curitiba.

Segunda, 04 Maio 2015 15:22

A semana começa com bastante agitação e luta. Confira as atividades sindicais agendadas:

Solidariedade aos professores
Nesta terça-feira (05), a APP-Sindicato realiza mais uma atividade em repúdio ao massacre promovido por Beto Richa (PSDB) contra os professores e servidores estaduais no fatídico dia 29 de abril. A manifestação começa às 09h00, na Praça 19 de Dezembro, mais conhecida como Praça do Homem Nu (em frente ao Shopping Müller - Curitiba). Toda população está convidada a participar deste que será um ato de apoio civil aos professores e servidores do Paraná.

Neste mesmo dia, a APP promove assembleia, às 14h30, no estádio Durival de Britto e Silva (Vila Capanema), para deliberar sobre os rumos do movimento grevista dos professores do Paraná.

Plenária dos movimentos sociais
Ainda nesta terça acontece a Plenária da FUP com os movimentos sociais, cujo tema é “a luta por um país melhor para todos: conjuntura política e pautas dos movimentos”. O evento será realizado no Auditório da APP-Sindicato (Av. Iguaçu, 880, Rebouças – Curitiba), das 18h00 às 21h00.

Temas em pauta: defesa da Petrobrás e do Pré-Sal, soberania nacional, PL 4330, Constituinte da Reforma Política e calendário de lutas.

A atividade é promovida pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) e conta com o apoio do Sindipetro Paraná e Santa Catarina, Sindiquímica-PR e APP-Sindicato.

Vote contra o PL 4330
A página do Senado Federal lançou uma votação para saber a posição da população sobre o PL 4330, que tramita na Casa como Projeto de Lei da Câmara - PLC 30/2015. Para participar, acesse o link abaixo e diga não à terceirização escancarada no Brasil.
www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaotexto?id=164641

Terça, 28 Abril 2015 19:41

O momento é crítico. O governador Beto Richa (PSDB) usa de toda a truculência para meter a mão na aposentadoria dos servidores estaduais. Tropa de choque, bombas de gás lacrimogênio e gás de pimenta foram usados contra os manifestantes, a maioria professores, que resistem ao projeto de reforma da Paranprevidência do lado de fora da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

O Governo do Estado é tão atrapalhado que ocorreu até despejo no hotel aonde policiais militares que vieram do interior estão alojados. O motivo ultrapassa o ridículo: o cartão corporativo com as diárias estava sem dinheiro.

A maior parte dos deputados estaduais continua a agir como fantoches do governador e aprovou na segunda-feira, por 31 votos contra 21, o projeto de reforma da Paranaprevidência. Nesta terça (28), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) se reune para começar a avaliar as 16 emendas apresentadas ao texto. A tendência é que a proposta retorne ao plenário para segunda discussão somente nesta quarta-feira (29), quando são aguardados aproximadamente  20 mil servidores em frente da Casa.

Diante da situação crítica, o Sindipetro Paraná e Santa Catarina convoca a todos, petroleiros, familiares e amigos, para se unirem à luta dos professores e comparecerem à Alep, no Centro Cívico de Curitiba, nas primeiras horas da manhã desta quarta. Somos todos trabalhadores e vamos à luta!

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro