Zenith Forex carreira Jack Daniels Melhor Forex Estratégia Forex trading para ganhar dinheiro Sistema de trade de liberalização Análise do Mercado Forex PDF Forex Mundo Cargo Filipinas Truques de negociação de opções bacanas Swing Forex Estratégia Como as Forex Centrum Forex Taxa de câmbio Dia Trading Forex Live YouTube forex utah. O leilão de swap forex é Opções binárias Rich Forex Trading. NBAD Forex Trading. Ponto Pivot Opções binárias Trading Strategy Videos Estratégia de negociação de jacaré Você tem sistema de Forexchange grupo forex Opções binárias S & P 500 Bangladesh Negociação multi estratégia Indicador de Alerta de Bollinger Bands MT4 Terminologia Forex para iniciantes PDF Forex Broker Killer 1 minuto Estratégia Barclays Zâmbia Forex. Data de Banco Estadual da Índia Forex Ramos Pune man Aprenda Forex Negociar software de sistema de negociação automática state dating laws in Sint Genesius Rode Belgium speed dating central Natal Brazil ヒマラヤ外国為替プライベートリミテッドリミテッド toerana hookup Antsirabe Madagaskar
Mostrando itens por tag: transpetro
Sábado, 21 Novembro 2015 14:09

O Sindipetro realizou assembleias nas unidades da Transpetro no Paraná e Santa Catarina nesta sexta-feira (20) para que os trabalhadores pudessem reavaliar os indicativos da Federação Única dos Petroleiros (FUP) sobre a aceitação da proposta da empresa para celebração do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2015, suspensão da greve e manutenção do estado de greve.

 

No total, 84 trabalhadores participaram das sete sessões de assembleia. O resultado apontou aprovação do ACT com 66% dos votos. Contrários foram 24% e 10% se abstiveram.

 

A suspensão da greve teve aceitação de 85%, 7% foram contrários e 8% não opinaram. Já a manutenção do estado de greve teve adesão de 88%, 4% de rejeição e 8% de abstenção.

 

Resultado das assembleias na Transpetro:

 

Quadro Geral
Ponto 1 (ACT): 56 votos favoráveis (66%) – 20 contrários (24%) – 8 abstenções (10%)
Ponto 2 (suspensão da greve): 71 votos favoráveis (85%) – 6 contrários (7%) – 7 abstenções (8%)
Ponto 3 (estado de greve): 74 votos favoráveis (88%) – 3 contrários (4%) – 7 abstenções (8%)

 

Terminal de São Francisco do Sul (Tefran)
Ponto 1 (ACT): 18 votos favoráveis – 6 contrários – 0 abstenções
Ponto 2 (suspensão da greve): 19 votos favoráveis – 4 contrários – 1 abstenção
Ponto 3 (estado de greve): 22 votos favoráveis – 0 contrários – 2 abstenções

 

Terminal de Paranaguá (Tepar)
Ponto 1 (ACT): 20 votos favoráveis – 3 contrários – 2 abstenções
Ponto 2 (suspensão da greve): 23 votos favoráveis – 1 contrário – 1 abstenção
Ponto 3 (estado de greve): 25 votos favoráveis – 0 contrários – 0 abstenções

 

Terminal de Itajaí (Tejaí)
Ponto 1 (ACT): 13 votos favoráveis – 0 contrários – 2 abstenções
Ponto 2 (suspensão da greve): 13 votos favoráveis – 0 contrários – 2 abstenções
Ponto 3 (estado de greve): 13 votos favoráveis – 0 contrários – 2 abstenções

 

Terminal de Guaramirim (Temirim)
Ponto 1 (ACT): 4 votos favoráveis – 5 contrários – 3 abstenções
Ponto 2 (suspensão da greve): 8 votos favoráveis – 1 contrário – 3 abstenções
Ponto 3 (estado de greve): 8 votos favoráveis – 1 contrário – 3 abstenções

 

Terminal de Biguaçu (Teguaçu)
Ponto 1 (ACT): 1 voto favorável – 6 contrários – 1 abstenção
Ponto 2 (suspensão da greve): aprovado por unanimidade
Ponto 3 (estado de greve): 6 votos favoráveis – 2 contrários – 0 abstenções

Quarta, 18 Novembro 2015 13:34

O Sindipetro convocou novas assembleias com os trabalhadores da Transpetro no Paraná e Santa Catarina para esta sexta-feira (20). Serão realizadas sete sessões em frente aos terminais que têm o objetivo de reavaliar os indicativos da FUP sobre a aceitação da proposta da empresa para celebração do Acordo Coletivo de Trabalho 2015, suspensão da greve e manutenção do estado de greve.

 

No Tepar serão três assembleias. Cabe lembrar que os grupos de turno que estiverem de folga podem participar de qualquer uma das sessões.

 

Confira os locais e horários das assembleias:

 

BASE

LOCAL

DATA

HORÁRIO

Biguaçu/SC

Em frente ao TEGUAÇÚ

20/11/2015

13h30

Guaramirim/SC

Em frente ao TEMIRIM

20/11/2015

13h30

Itajaí/SC

Em frente ao TEJAÍ

20/11/2015

13h30

Paranaguá/PR

Administrativo - Em frente ao TEPAR

20/11/2015

13h00

Grupo 1 - Em frente ao TEPAR

20/11/2015

16h00

Grupo 2 - Em frente ao TEPAR

20/11/2015

16h20

São Francisco do Sul/SC

Em frente ao TEFRAN

20/11/2015

13h30

 

O Edital de Convocação de Assembleia está disponível nos anexos abaixo.

Segunda, 16 Novembro 2015 19:43

Trabalhadores do Terminal de Itajaí fazem nova avaliação do movimento nesta terça-feira (17)

Quarta, 11 Novembro 2015 17:04

Os trabalhadores dos terminais Transpetro de Biguaçu (Teguaçu) e Guaramirim (Temirim) se deslocaram até a unidade de São Francisco do Sul (Tefran), na manhã de ontem (10), para participar de um ato unificado dos petroleiros de Santa Catarina. A categoria está em greve contra o desmonte da Petrobrás, previsto no Plano de Negócios e Gestão (PNG) 2015-2019, o qual prevê redução de investimentos e venda de ativos que juntos somam aproximadamente US$ 140 bilhões. As reivindicações da categoria estão reunidas na Pauta pelo Brasil e visam recolocar a empresa como fomentadora do desenvolvimento econômico e social do país, além de exigir mudanças na política de saúde e segurança e a recomposição de efetivos.



A manifestação reuniu quase 100 trabalhadores, entre grevistas e representantes dos movimentos social e sindical do estado. O petroleiro e dirigente sindical representante de Santa Catarina, André Luis dos Santos, ressaltou que a mobilização dos trabalhadores está fazendo com que a diretoria da Petrobrás recue e reveja suas posições. “Na última reunião a direção da Petrobrás já confirmou que não terão negociações separadas, que as pautas serão únicas e subsidiadas da mesma forma”, salientou o petroleiro que vê este acordo como um avanço nas negociações, visto que a primeira proposta da direção da estatal era fragmentar a pauta dos trabalhadores.



De acordo com estudo do Grupo de Economia da Energia da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, os impactos na redução de investimentos da Petrobrás são muito graves ao povo brasileiro. Se os cortes da empresa forem mantidos pela atual direção da Petrobrás, até 2019 serão deixados de criar cerca de 20 milhões de empregos.


Mário Antonio da Silva, vice-presidente da CUT-SC , compareceu no manifesto e salientou a importância da união da classe trabalhadora na greve dos petroleiros. “Vocês estão aqui lutando por um Brasil melhor, lutando pela soberania do nosso país. Nós trabalhadores do serviço público e privado, do campo e da cidade estamos juntos nessa luta, que é uma luta do povo brasileiro”, frisou Mário.


O ato começou às 10h30 e terminou logo após o meio-dia. Na sequência houve almoço de confraternização e exibição do vídeo-documentário sobre os 20 anos da greve histórica de 1995. Na avaliação de André, o protesto foi positivo. “Fortalecemos a unidade entre os petroleiros grevistas de Santa Catarina e também a nossa aliança com outras categorias de trabalhadores e os movimentos sociais”, destacou.

Segunda, 09 Novembro 2015 18:56

Os petroleiros em greve dos terminais da Transpetro de Biguaçu (Teguaçu), São Francisco do Sul (Tefran), Itajaí (Tejaí) e Guaramirim (Temirim) irão se unir em um grande protesto nesta terça-feira (10), nas primeiras horas da manhã, em frente ao Tefran.


A manifestação terá o tema “Defender a Petrobrás é Defender o Brasil” e será inédita dentro da organização sindical dos petroleiros de Santa Catarina. Pela primeira vez, os trabalhadores dos quatro terminais estarão juntos em um ato público.


A categoria está em greve há oito dias e o protesto visa pressionar ainda mais a direção da empresa e o Governo Federal a atenderem as reivindicações constantes na Pauta pelo Brasil, bem como sensibilizar a sociedade sobre a importância de apoiar os petroleiros nesta luta, que é em defesa do patrimônio do povo brasileiro.

Terça, 03 Novembro 2015 19:51

A greve dos petroleiros nas bases do Paraná e Santa Catarina foi ampliada nesta terça-feira (03) com a adesão das bases da Petrobrás Transporte - Transpetro. Os trabalhadores dos terminais terrestres de distribuição de Guaramirim (Temirim), Biguaçu (Teguaçu) e Itajaí (Tejaí), todos em Santa Catarina, bem como os empregados do Terminal Aquaviário de Paranaguá (Tepar), reforçaram o movimento nacional da categoria.

 

Em todas essas unidades, assim como na Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) e na Usina do Xisto (SIX), grupos de contingência constituídos pela Petrobras assumiram as operações. “É uma medida altamente reprovável que a empresa toma, pois escala pessoas sem qualificação técnica para assumir o controle das unidades, com baixíssimo número de efetivo, colocando em risco a vida desses funcionários, os equipamentos, o meio ambiente e as comunidades do entorno das bases da Petrobrás”, alertou Mário Dal Zot, presidente do Sindipetro Paraná e Santa Catarina.

 

Confira o quadro da greve nas bases do Sindipetro Paraná e Santa Catarina:

 

Repar / Araucária-PR – Segundo dia de greve. Equipe de contingência da empresa, formada por apenas 50 funcionários – engenheiros e ocupantes de cargos de chefia - opera a refinaria desde as 07h30 de segunda-feira (02). Sindicato entrou com pedido de liminar na Justiça do Trabalho para que a empresa se abstenha de exigir jornada superior a 08 horas para os trabalhadores do regime de turno de revezamento, com determinação expressa para que o empregado se retire do ambiente de trabalho depois de cumprida a sua jornada.

 

Usina do Xisto (SIX) / São Mateus do Sul-PR – Os trabalhadores da SIX entraram no segundo dia de greve com adesão de 100% dos trabalhadores do regime de turno. A equipe de contingência da empresa é formada exclusivamente por supervisores e gerentes.

 

Temirim / Guaramirim-SC – A greve iniciou às 05h30 desta terça-feira (03) e um pequeno grupo de contingência da empresa, formado por apenas cinco pessoas com cargos de chefia, opera o Terminal Terrestre da Transpetro.

 

Teguaçu / Biguaçu-SC – Movimento paredista iniciou às 05h30 desta terça-feira (03). Apenas três pessoas formam o grupo de contingência da empresa que opera a unidade da Transpetro.

 

Tepar / Paranaguá-PR – A paralisação começou as 05h30 desta terça-feira (03). Um grupo de 10 pessoas forma o contingenciamento da empresa. Dirigentes sindicais e vários trabalhadores do Tepar tiveram os crachás bloqueados, o que impede o acesso à unidade.

 

Tejaí / Itajaí-SC – A greve começou às 05h30 desta terça-feira (03) e conta com grande adesão dos trabalhadores do horário administrativo e da operação, na qual apenas o coordenador, um supervisor, dois engenheiros e um inspetor de equipamentos furaram o movimento.

Segunda, 26 Outubro 2015 18:57

Nº 1359

Quarta, 14 Outubro 2015 14:52

Nº 1358

Jornal Revista

Edição Nº 1418

Veja Todos os Jornais

TV Sindipetro